quinta-feira, 26 de junho de 2014

7ª SEMANA DE CURSO - REDES DE APRENDIZAGEM - DE 26/06 A 07/07/2014

UNIDADE 4 -  As Tecnologias Móveis e a Escola Ativa: Refletindo sobre como o nosso cérebro aprende e sobre as contribuições das tecnologias para este aprendizado - Atividade  12 -  Leitura de Texto Produzido pela Formadora Mônica S. Menslin: A Árvore do Conhecimento (2007), dos slides sobre fundamentos teóricos das Tecnologias Educacionais e assistir a um vídeo sobre como o cérebro processa as aprendizagens.

Atividade Prática 1: Leitura do texto A Árvore do Conhecimento.


Atividade Prática 2: Pesquisar no Google, o significado das palavras: MOBILIDADE, CONVERGÊNCIA, NUVEM, ACESSIBILIDADE, CONECTIVIDADE, REDES DE APRENDIZAGEM.


Atividade Prática 3: Ler os slides sobre fundamentos teóricos das Tecnologias Educacionais.


Atividade Prática 4: Assistir ao vídeo El Cérebro, Procesos y Aprendizaje.(na língua dos nossos "hermanos" - espanhol. Convenhamos... é mais fácil que o inglês...e, também, dá para traduzir para o português, lá no google tradutor).

Tarefa: Responder a pergunta nos "Comentários" desta postagem: Qual a contribuição das tecnologias e da construção de redes de aprendizagem para a transformação da educação?

_________________________________________________________________________________

UNIDADE 4 -   As Tecnologias Móveis e a Escola Ativa - Atividade  13 -  Início da elaboração de uma sequência didática de um assunto de qualquer uma das áreas do conhecimento e inserindo tecnologias no ensino deste conteúdo.

IMPORTANTE: Não esqueçam de começar a desenhar a Sequência Didática como ATIVIDADE FINAL DE CURSO. 

Lembram? 

Tem um modelo e uma "folha em branco para ser preenchida" na postagem da 3ª aula presencial aqui no nosso blog.

Evitem deixar para a última semana! 

Data final da publicação da sequência didática: 15 de julho (antes das férias). 

*** No nosso último encontro presencial do dia 08 de julho informarei sobre onde a tarefa deverá ser publicada para avaliação qualitativa do material.
_________________________________________________________________________________




26 comentários:

  1. As tecnologias estão cada vez mais presentes na sociedade, chegando as escolas como recurso importante para a modernização do sistema educacional, permitindo e facilitando a concretização de atividades educativas.

    As novas tecnologias, junto com uma boa proposta pedagógica são de grande importância para a aprendizagem, a partir do momento em que sejam vistas pelos profissionais da educação, como ferramentas, mídias educacionais, podendo ser facilitadoras da aprendizagem, tornando-se mediadoras, por facilitarem ao aluno construir seu próprio conhecimento, no qual o aluno passa ter papel ativo, buscando resolver suas necessidades.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Adriana de Pinho Favretto

    A sala de aula que antes se resumia a alunos, professores, quadro, giz, mesas e cadeiras pode agora contar com novos elementos de multimídia.

    A internet é uma ferramenta que permite inúmeras possibilidades de tornar a didática mais envolvente e assimilativa. Ela contém mecanismos que contribuem para captar a atenção do aluno de uma forma mais aguda e consequentemente aumentar as chances de um aprendizado de sucesso.

    Compete às escolas e aos profissionais da área usufruírem desses avanços tecnológicos, visando melhorar cada vez mais o ensino do país. Eles são os agentes de transmissão de conhecimento, é o dever deles estarem por dentro dessas novas alternativas de complementar o ensino.

    ResponderExcluir
  4. A aprendizagem não se resume mais a quadro branco, giz e livro didático, com o avanço tecnológico, a aprendizagem tornou-se ativa, construtiva, reflexiva, colaborativa, intencional e contextual, porque as novas tecnologias permitem novas formas de acesso à informação.
    Porém esse processo não é tão simples e fácil, porque é preciso empenho, mudanças e não somente ao professor cabe isso e sim a todo sistema educacional.

    ResponderExcluir
  5. Com base nos princípios da Árvore do Conhecimento que diz “Ninguém sabe tudo, cada um sabe alguma coisa” as tecnologias vieram para ajudar e muito no compartilhamento de saberes. A mobilidade permite que acessamos conhecimentos através de um computador, de um celular ou tablet, devido a convergência que essas mídias possuem. A convergência das mídias favorece e muito o compartilhamento de informações e a acessibilidade através dos diferentes dispositivos móveis.
    Com o surgimento da internet, o computador passou a ser a principal fonte de informação das pessoas. Com a chegada da web 2.0, a internet assumiu um papel muito maior que fonte de informação, através dela surgiu a interatividade e com ela as redes sociais e a convergência das mídias.
    O processo de ensino-aprendizagem pode (e deve) utilizar essa “fonte” de informação e de interatividade de modo com que os alunos compartilhem também seus saberes e busquem respostas para suas dúvidas e suas curiosidades.
    O professor tem na tecnologia e principalmente nas redes de aprendizagem um aliado que enriquece ainda mais suas aulas, seus projetos. Quando os alunos estão inseridos numa rede de aprendizagem (e não rede de bobagens, pois esse tipo também existe e muito na internet) a aula se torna mais atrativa ao aluno, pois ele participa de forma ativa no processo de ensino-aprendizagem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O uso das redes de aprendizagem como apoio ao ensino e à aprendizagem vem nos últimos anos, trazer efetivas contribuições à educação, sendo elas presencial ou a distância. Como professores se faz necessário assumirmos compromissos para com as transformações emergentes neste momento histórico com inserção das redes no processo educativo passam se perpetuar em nossa prática pedagógica é preciso entender todo este processo e sua valorização para a construção da cidadania responsável, propiciando aos alunos um novo modo de ensinar, através das redes de aprendizagem. Um dos grandes desafios hoje é exatamente utilizar as tecnologias a nosso favor, pois elas podem e servem de interação entre o professor e aluno na construção do saber de forma efetiva e prazerosa, pois os nossos alunos hoje são digitais e não podemos ignorar tal conhecimento.

      Excluir
  6. Olá, queridos cursistas!

    Estou emocionada com suas reflexões!
    Conscientes e verticalizadas (com profundidade), apresentando um nível de amadurecimento que eu desejava que vocês alcançassem até o final do curso Redes de Aprendizagem.
    Vamos aguardar os demais comentários...

    Um abraço,
    Formadora Mônica

    ResponderExcluir
  7. Não poderia começar meu comentário por outra parte se não a seguinte: “A verdadeira construção do conhecimento é um processo hibrido entre sentidos, significados e significantes, é a pratica da significação [...]” (Edméa Oliveira dos Santos) primeiramente por sempre acreditar que todo e qualquer conhecimento somente passará a fazer parte da minha vida, a ter sentido cognitivo e afetivo se for significado por mim e significante na minha socialização de saberes e experiências com outros. E ao ler o texto: A árvore do conhecimento, ao ouvir (mesmo em espanhol) o vídeo sobre o cérebro e suas significações as nossas apreensões cognitivas e afetivas, sua complexidade e seu funcionamento, pude ratificar mais uma vez esta percepção. Um novo olhar, um novo significado passou a ter a tecnologia na minha vida e na minha aprendizagem desde que iniciei meu trabalho na sala informatizada, e também ao iniciar este curso (e que venham outros). A educação se transforma, faz e se refaz em enlaces, tramas, teias e redes que vão significando as construções cognitivas que os indivíduos individualmente e coletivamente fazem em suas vidas, e hoje podemos disser que a tecnologia pede e merece espaço de protagonista neste enredo chamado educação. Ela não pode ser pensada mais como somente algo que poderá nos auxiliar, se por acaso nós precisarmos, ela é sim realidade pedagógica, ferramenta indispensável em nossas relações de aprendizagem.

    ResponderExcluir
  8. As tecnologias permitem acesso e mais do que acesso, o intercambio, a troca de informação, possibilitando a aprendizagem e o conhecimento. Proporciona desta forma despertar de forma mais rápida o interesse por assuntos que estão no plano mental serem colocados em prática através da cooperação de informação e compartilhamento de aprendizagens.

    ResponderExcluir
  9. A introdução das tecnologias e da construção de redes de aprendizagem têm contribuído muito para a melhoria da qualidade na educação, onde a aprendizagem torna-se mais significativa, e os alunos tornam-se agentes ativos do processo de ensino-aprendizagem. Utilizando-se das tecnologias o professor tem a oportunidade de transformar suas aulas, tornando-as mais interessantes e despertando maior interesse nos alunos. Conteúdos conceituais muitas vezes “chatos” podem estar inseridos em projetos didáticos tornando-os mais significativos e deixam de ser “escolarizados”, para fazer parte do dia a dia.

    ResponderExcluir
  10. A dinâmica da quantidade de informações no mundo atual nos inunda e produz diversos efeitos na forma de aprendizagem. Essa nova dinâmica está transformando os conceitos que envolvem a aprendizagem e a educação.
    Os recursos tecnológicos contribuem tanto nas novas metodologias de ensino como na socialização dos saberes. Atualmente as pessoas passaram a interagir com as tecnologias , não sendo apenas receptoras mas também emissoras dos conhecimentos produzidos. "Ninguém sabe tudo, cada um sabe alguma coisa".
    A facilidade de acesso a estes meios interativos possibilitam a formação de redes de aprendizagem, um espaço sem limites na construção do conhecimento interdisciplinar.

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. A aprendizagem acontece através de vários estímulos, tanto visual como auditivo ou tátil. Existem vários pesquisas que confirmar que o cérebro aprende através dos estímulos que recebemos. Atualmente, a escola está muito atrelado ainda aos livros, ao quadro e ao caderno e a caneta, não que isso não seja importante, também é extremamente necessário. Mas, atualmente precisamos dar espaço as tecnologias para auxiliar esta aprendizagem, pois estamos numa geração que já nasce com um celular na mão e cada vez mais desinteressado do modo antigo da escola. Temos que usar a tecnologia a nosso favor e usar a internet para compartilhar e agregar conhecimento.

    ResponderExcluir
  13. As tecnologias estão contribuindo e pode contribuir muito mais para a transformação da educação atual. Mas para que isso aconteça, os professores precisam de uma transformação.
    Nossos alunos nasceram em uma era tecnológica, sabem utilizar diversos recursos tecnológicos, na maioria das vezes muito mais que seus professores. Porém, eles não são orientados a utilizarem este conhecimento para a aprendizagem, pois eles geralmente utilizam para lazer e não para estudo. Pensando nesse sentido, precisamos nos atualizar e fazer das tecnologias parte dos nossos planejamentos de ensino. Talvez isso não seja tão fácil para alguns, mas se assim acontecer, podemos mudar o cenário atual da educação e tornarmos nossas aulas mais atrativas para os nossos alunos e aí então, permitir com que as tecnologias e as redes de aprendizagem tenham uma contribuição efetiva na educação.

    ResponderExcluir
  14. Sem dúvida, há um divisores de águas, antes e depois da internet, seja na área educacional, industrial, comercial. Em todas as áreas, facilitou muito. A velocidade em que tudo acontece, é incrível. O que hoje é novidade, amanhã pode se tornar obsoleto. A fala de meus colegas só reforçam aquilo que queria dizer, porém não quero ser repetitiva rss. Quanto a área educacional, evoluímos bastante, mas não o suficiente para atingirmos a qualidade que almejamos. Temos muito a aprender, a compartilhar e ensinar."Ninguém sabe tudo, cada um sabe alguma coisa". Concordo plenamente. Somos um contínuo aprender! Angelita M. Vieira

    ResponderExcluir
  15. Sabemos que o sistema educacional precisa acompanhar a evolução tecnológica em que a sociedade está inserida; também que esta, não é tarefa fácil, pois a falta de recursos e investimentos na educação nos propicia uma realidade educacional ultrapassada em relação a essa evolução.
    Para haver mudança e evolução é preciso “dar o primeiro passo”. Se nossos alunos, são totalmente tecnológicos, devemos utilizar o que é de conhecimento deles para a troca e busca de novas aprendizagens.
    Além de ser uma das ferramentas mais atrativas de que disponibilizamos nas escolas para nossos alunos; os recursos tecnológicos na prática pedagógica englobam pesquisa, descoberta, flexibilidade, construção, compartilhamento,... e se bem utilizadas podem ser facilitadoras e mediadoras da aprendizagem através da reflexão, participação e construção do seu próprio conhecimento. Para isso precisamos acreditar nas possibilidades, sensibilizar e motivar nosso grupo de professores para que também acreditem que é possível; buscando alcançar sempre o objetivo maior que é a melhoria no ensino e aprendizagem de nossos alunos.

    ResponderExcluir
  16. Não é mais possível pensar em uma vida sem tecnologias, por mais que existam desafios, desculpas, barreiras para não interagir com elas, as TICs de alguma forma se faz presente na vida das pessoas. Começam por pequenas coisas do dia a dia que exige o mínimo de conhecimento e vão aos poucos para algumas pessoas e de imediato para outras despertando o interesse pelo novo, pelas facilidades e por tudo o que agrega através desse conhecimento.
    E como proposta pedagógica fortalece e incrementa a ponte entre professor e aluno e aluno - aluno por permitir inúmeras possibilidades e por está sempre em construção.
    A escola precisa conhecer e explorar toda essa demanda a seu favor e contribuir efetivamente nessa nova era da educação.

    ResponderExcluir
  17. A tecnologia deve servir para enriquecer o ambiente educacional, propiciando a construção de conhecimentos por meio de uma atuação ativa, crítica e criativa por parte de alunos e professores. O computador, a internet, em particular, permite novas formas de trabalho, possibilitando a criação de ambientes de aprendizagem em que os alunos possam pesquisar, fazer antecipações e simulações, confirmar ideias prévias, experimentar, criar soluções e construir novas formas de representação mental. Além disso, permite a interação com outros indivíduos e
    comunidades, utilizando os sistemas interativos de comunicação. Conforme disse a colega acima, não é mais possível pensar em uma vida sem tecnologias, por isso, na escola, os alunos, que vão se apropriando de novos conhecimentos e das interações que lhe são propiciadas, de agentes passivos necessitam criar possibilidades para se tornarem agente ativos nas redes.

    ResponderExcluir
  18. A tecnologia faz parte da evolução que Darwin tanto dizia. As possibilidades aumentam e cada vez mais quem não se atualiza, fica para trás. Cabe a nós professores trabalhar a tecnologia com nossos alunos, para que professores e alunos entrem num mesmo "patamar" de acesso às tecnologias. Um sistema educacional mais atrativo, no campo tecnológico, busca alcançar todos os alunos e aqueles professores que não acreditam que a escola é um lugar tecnológico. A agilidade que a internet nos proporciona é algo surreal: nossos antepassados, se estivessem vivos, morreriam do coração se chegassem em nosso tempo e tivessem que usar cartões de crédito, tablets, celulares, internet móvel ou que buscassem algo na nuvem.

    ResponderExcluir
  19. Olá!

    Adorei os comentários! Estão muito bem fundamentados, densos, escritos com a propriedade de quem sabe do que está escrevendo (falando).

    Perceberam que a expressão "eu acho" saiu do vocabulário de vocês?

    Eu percebi...

    Parabéns a todos e todas que se desenvolveram neste curso Redes de Aprendizagem, saindo da condição inicial (nível de desenvolvimento real) para uma condição acima/superior, ou seja, saem diferentes (para +) do que quando entraram no curso. E isto se deve ao fato de terem realizado dois movimentos importantes rumo ao seu próprio desenvolvimento (o plano interpessoal e o plano intrapessoal).

    Parabéns a todos e todas por esta superação de si mesmos!
    Um abraço,
    Formadora Mônica

    ResponderExcluir
  20. Somos, todos sem exceção, seres históricos sócio culturais, necessitamos de contato uns com os outros, e mais, aprendemos através desse contato com o outro e com o mundo em que vivemos Nosso aprendizes não são diferentes... ou melhor, eles possuem um diferencial, nasceram na era tecnológica, as tecnologias fazem parte do seu dia a dia, estão o tempo todo conectados, seja para receber informações ou para estar em contato com seus pares. Dessa forma, nós professores precisamos utilizar as ferramentas tecnológicas a nosso favor... devemos mostrar aos nossos alunos que eles podem construir seus conhecimentos e registrar suas ideias através dos recursos oferecidos pela tecnologia. Assim, estaremos além de tudo, aproximando-nos mais deles, pois estaremos utilizando a linguagem deles. Criamos assim, um canal de comunicação entre nós, estreitamos os laços que nos unem e enriquecemos o processo de aprendizagem, tornando-o mais atrativo a todos os envolvidos.

    ResponderExcluir
  21. Vivemos um período de mudança e falta de confiança na educação. Os problemas partem desde a falta de estrutura familiar, até a indisciplina geral que esse fator causa, dentro e fora do âmbito escolar.
    Mas quando os alunos chegam em uma sala informatizada, parece que os problemas acabam e a concentração surge como surgia uma bolha de sabão em outras épocas, tal fascínio os mesmos demonstram.
    Nós, professores, fomos treinados e capacitados para utilizar a didática mais adequada a realidade vivenciada, mas estamos parando de buscar essa inovação tecnológica tão necessária para a atualidade, por medo do novo e por isso acabamos ficando limitados aos conhecimentos adquiridos com o dia a dia.
    Por esse motivo devemos aprender a fazer compartilhamento de idéias e troca de experiências com nossos colegas. A isso chamamos redes de aprendizagem, pois o mundo não para, estamos sempre buscando novos caminhos e alternativas para melhorar a educação, constantemente mudamos nosso modo de pensar, percebendo que algumas verdades que pareciam absolutas já não são mais e com isso buscamos a mudança para algo que ajude num melhor desenvolvimento intelectual nosso e de nossos alunos. A melhor maneira de buscar nosso desenvolvimento é se informando sobre novas tecnologias e a melhor adequação das mesmas dentro da educação e fazendo o compartilhamento dessas ideias com os colegas de trabalho, pois essa troca de experiencias acaba produzindo o que hoje chamamos de "rede de aprendizagem".

    ResponderExcluir
  22. A tecnologia móvel passou deve ser encarada, não mais como uma revolução, mas sim como, uma aliada no que diz respeito ao uso em sala de aula. Com ela temos inúmeras possibilidades de enriquecer nossas aulas, atraindo a atenção de nossos alunos. Nossos alunos estão cada vez mais "ligados" no que diz respeito a tecnologia, conectados e disponíveis 24 h por dia. Inserir nossos alunos na rede, traçando objetivos a serem alcançados nesse meio de interação, faz com que o conhecimento adquirido seja compartilhado.

    ResponderExcluir
  23. É fundamental que as escolas e seus professores estabeleçam relações entre os sujeitos e para tanto é necessário, que estes levem para seus alunos estrategias, recursos e inovações para que ocorra uma aprendizagem significativa, no qual o professor pode chegar a uma aprendizagem proximal com seus alunos. Porém esta aprendizagem também requer que o aluno seja um sujeito receptor, e aí as inovações tecnológicas vem contribuir para este envolvimento global do individuo.

    ResponderExcluir
  24. As tecnologias já fazem parte da nossa vida. Elas estão aí para nos ajudar a melhorar a nossa prática pedagógica, tornar nossas aulas mais atrativas, bem como para nos aproximar mais dos nossos alunos. As redes de aprendizagem estão aí para poderrmos compartilhar nossos saberes, nossas idéias, nossas dúvidas. Temos que nos mantermos sempre atualizados buscando cada vez mais essa ferramenta para a nossa vida, nosso trabalho, nosso dia a dia. A tecnologia está sempre a nosso favor e devemos tê-la sempre como nossa aliada.

    ResponderExcluir
  25.     O uso das tecnologias na educação facilita não só a vida dos educandos, mas a do docente também, com uma possibilidade de diversificação de horários e interatividade entre as partes em qualquer horário do dia.
        O uso da internet nas escolas veio a dar um complemento para as aulas, deixando o conteúdo mais rico e agradável para as duas parte, professor e aluno, além de se atualizar constantemente, independente do idioma encontrado.

    ResponderExcluir